segunda-feira, 5 de dezembro de 2011


PARA VIVER UM NOVO TEMPO É PRECISO TER ATITUDE
Mc 5:25-34
Introdução:
A mulher: “E estava ali certa mulher que havia doze anos vinha sofrendo de hemorragia” v.25
Uma mulher sem nome, sem definição de idade ou aparência física. Uma mulher que marcada pelo sofrimento vivia atônita, em grande desespero. Em seu corpo habitava uma enfermidade que a debilitava e a marcava duplamente: na alma e no corpo. E de uma maneira crônica,pois esta hemorragia fazia dela uma pessoa que sendo considerada impura pela lei judaica(Lv.15:25-33),a conduzia para um abismo,para uma caverna interior.Só e sozinha lutando contra o mal.
O sofrimento: E que havia padecido muito com muitos médicos, e despendido tudo quanto possuía, sem conduto, nada aproveitar, antes,pelo contrario,indo a pior,”v.26
Esta mulher conhecia o sofrimento, a dor e o desespero, pois padeceu muito e foi acompanhada por muitos médicos. Aqueles que tinham a possibilidade de lhe oferecer a cura,e mais que isso a sua vida de volta,não conseguiam lhe proporcionar resultados positivos.Havia gasto todos os seus bens,os seus recursos,quem sabe de sua família e nenhum resultado,somente mais sofrimento.Mas ela continuava tentando.
Para vivermos um novo tempo precisamos:
·         Olhar honestamente para nossa situação e reconhecer que necessitamos de Deus: devemos ser dependentes do Senhor e buscá-lo, reconhecer seu poder sobre nossas vidas e que sem ele nada podemos fazer (João 15:5 “... porque sem mim nada podeis fazer).
·         Ter fé: “tendo ouvido a fama de Jesus, vindo por trás dele, por entre a multidão, tocou-lhe a veste. Porque, dizia: Se eu apenas lhe tocar as vestes, ficarei curada.”v27, 28
Quando a mulher ouviu falar de Jesus, começou a ser gerada no seu interior a esperança de que se apenas tocasse na sua veste ficaria curada, apesar dos tantos anos sofridos ela conseguiu valorizar a sua vida e alimentar a esperança da cura. Essa é a grande diferença para tantas pessoas ,que não valorizam as suas vidas,aceitam passivamente a  sua situação por pior que seja,quando a cura está a disposição,basta apenas crer.Esta mulher foi toma de grande fé e cria que se tocasse nas vestes do Mestre seria curada.
·         Ter atitude: ela colocou a sua fé em ação, teve ousadia.
Esta mulher tocou as vestes de Jesus, e dele saiu virtude e ficou sarada de seu mal. Tomou uma posição vou tocar, vou me esforçar. Não foi fácil para ela,estava debilitada e toda a multidão a apertando,mas conseguiu e recebeu de Jesus a vitória,conforme v.29: “e logo se lhe estancou a hemorragia,e sentiu no corpo estar curada do seu flagelo.”
Quando Jesus perguntou quem o havia tocado (v.30), esta mulher antes sofrida e agora vivendo a cura, vendo seus planos e sonhos voltarem, veio até ele com temor e tremendo e prostrou-se diante dele e declarou-lhe a verdade (v.33). A atitude de Jesus em insistir em quem lhe tocou,demonstra o seu amor e o seu cuidado.Esta mulher precisava ser vista não mais como uma mulher impura,mas sim,como uma mulher que foi curada da enfermidade do corpo e da alma.Ela recebeu mais do que esperava: “Ora, aquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós”.Chegou a ela um novo tempo de fé,esperança,saúde e de salvação.
Conclusão:
Devemos depender do Senhor e colocar em prática tudo aquilo que tem nos ensinado, para vivermos um novo tempo em nossas vidas. “... para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”(Rm12:2).

Pastora Kethuli Cogoy

Nenhum comentário: